Trabalhar como desenvolvedor de aplicativos: saiba como funciona

imssage

O Brasil é um dos países que mais cresce no mercado de aplicativos, de acordo com estudos já publicados na mídia. Isso significa que a área está cheia de oportunidades para profissionais que sabem construir essa tecnologia de um jeito simples e eficiente para os usuários.

O desenvolvedor de aplicativos, conhecido também como desenvolvedor mobile, tem como missão criar essa tecnologia para aparelhos móveis, tanto celulares como tablets.

Para chegar ao melhor produto para uma empresa, é importante construir um planejamento, implementar ferramentas e fazer diversos testes. Apesar de ser um trabalho desafiador, traz momentos incríveis para o profissional.

Neste artigo, você descobrirá quais são as funções de um desenvolvedor, quais são as habilidades mais indicadas para esse tipo de profissional, entre outras questões.

Não perca mais tempo. Descubra agora curiosidades sobre trabalhar como desenvolvedor de aplicativos.

Funções

Se você pretende trabalhar como desenvolvedor de aplicativos, é importante conhecer quais são as funções e responsabilidades desse profissional. Dessa forma, estará mais preparado para conquistar uma oportunidade no mercado de trabalho.

Um desenvolvedor de aplicativos tem como missão fazer análise dos projetos que serão executados pela empresa. Ele também define quais são as necessidades do consumidor e é responsável por transformar as solicitações em requisitos técnicos.

O profissional também atua com o desenvolvimento de projetos e com a construção de aplicativos móveis em Android Studio, Swift, Flutter e Ionic. Outra característica interessante desse especialista é que ele faz testes de unidade de desenvolvimento.

Um bom desenvolvedor de aplicativos é aquele que faz não só a manutenção, mas também as atualizações e as implementações de novos recursos que farão parte de uma determinada tecnologia.

O desenvolvedor ainda tem como missão fazer com que a parte funcional e técnica de um aplicativo tenham as mesmas qualidades. Para completar, o profissional mantém um contato direto com outras áreas da empresa. Dentre as mais comuns, encontram-se: designers de funções, designers de UX, designers de IU e programadores.

Habilidades necessárias

Não basta apenas conhecer as principais técnicas da área. Um desenvolvedor de aplicativos deve adquirir habilidades necessárias para ter sucesso na profissão. Para garantir um diferencial competitivo no mercado, é fundamental ter raciocínio lógico, saber se comunicar, trabalhar em equipe, construir uma capacidade analítica, ter proatividade e iniciativa, além de manter uma boa organização.

É importante ainda saber trabalhar com prazos e metas, ter habilidade para investigar e solucionar problemas e fazer mais de uma tarefa ao mesmo tempo, sem comprometer a qualidade do trabalho.

Quem deseja se destacar nessa área pode adquirir outros conhecimentos importantes para o dia a dia, como SEO, Google Analytics, e linguagens que são adaptados ao mobile.

Algumas companhias costumam exigir a graduação como um diferencial no currículo, embora não seja obrigatória. As formações mais solicitadas são: Ciência da Computação, Matemática, Análise e Desenvolvimento de Sistemas e áreas correlatas.

Para iniciar a carreira nessa área, recomendamos estudar e colocar o conhecimento em prática com algum projeto. Além disso, busque uma empresa que desenvolve aplicativos. Acompanhar o trabalho de uma organização é essencial para conhecer técnicas e as estratégias que dão retorno positivo para uma companhia.

Após descobrir como é trabalhar como desenvolvedor de aplicativos, siga-nos nas redes sociais e conheça outras curiosidades sobre esse fascinante mercado.