Redator de conteúdo: 5 dicas de como escrever um post matador

Muitas vezes, post e artigo são usados como sinônimos, mas podemos,  em alguns casos, diferenciar um e outro.

Existem blogs que são compostos por artigos bem curtos, chamados de posts. Eles são mais diretos do que os artigos; o tamanho varia entre 350 e 600 palavras.

Já em um artigo comum, o número de palavras costuma ter de 500 a 1000 palavras. Ele é utilizado para gerar volume de conteúdos no blog e atrair visitantes.

Nesse artigo, vamos tratar de características e dicas incríveis para que qualquer um dos dois, artigo ou post, converta leads em clientes, gerando grandes resultados.

Criação de conteúdo: objetivo de venda x potencial de venda

Antes de mostrar todas as dicas, é importante saber que existe uma diferença enorme entre criar conteúdo com um objetivo direto de venda ou apenas com potencial.

No primeiro, o seu texto terá um objetivo claro de converter. Já no segundo, tudo o que vai ter é uma expectativa de que o visitante vai fazer algo depois de ler o texto.

Aconselhamos que foque no primeiro, concentrando seus esforços em criação de conteúdo que gere vendas reais.

Para isso, independente de ser um empreendedor ou redator, você precisa usar uma estrutura que leve o público a uma jornada, chegando a uma ação no final do texto.

Veja mais sobre isso nas dicas a seguir!

1. Estrutura que vende

Você pode simplesmente contratar um redator ou ser um criador de conteúdo que faça artigos com palavras soltas. Mas isso não traz resultado.

A melhor forma de ter uma criação de conteúdo com resultados é seguir uma estrutura clara e de alta conversão.

Pense nesse artigo, por exemplo, em que falamos sobre como fazer uma criação de conteúdo incrível e de alta conversão. Para cumprir um objetivo, precisa seguir a estrutura:

  • Promessa: aprendendo a criar conteúdo de alta conversão.
  • Problema: depender de anúncios para conseguir tráfego.
  • Causa: não saber como criar conteúdos bons o suficiente para gerar tráfego orgânico.
  • Solução: ver as dicas mais importantes para a criação de conteúdo otimizado.

2. O título perfeito

Para que o seu post ou artigo siga a estrutura perfeita, você deve ter um título tão bom quanto o artigo. Algumas ideias para ter um título perfeito é:

  • Despertando o interesse da persona (prometendo, indicando ou apresentando algo que ele deseja).
  • Aguçando a curiosidade (mostrando algo “desconhecido” em seu título, que gere curiosidade).
  • Escrevendo para o Google (incluindo a palavra-chave da criação de conteúdo no seu título e no texto, fazendo com que ele seja ranqueado mais facilmente).
  • Sendo persuasivo (usando gatilhos mentais para mexer com as duas coisas que mais importam para a persona: dor e prazer).

3. O que seu texto precisa ter

Um texto para a internet precisa ser profundo, mas sem perder a leveza. A profundidade é no sentido de ensinar algo, já a leveza significa que precisa ser fácil de ler.

De acordo com David Ogilvy, na criação de conteúdo é preciso fingir que está conversando com alguém, informalmente.

A pessoa te faz uma pergunta, como: “Quero comprar um carro, qual você recomenda?” e escreve seu texto respondendo essa pergunta.

Algumas dicas para isso são:

  • Prenda a atenção do leitor.
  • Fale do problema primeiro.
  • Venda diretamente (vença o preconceito das vendas nos artigos, isso funciona muito bem).
  • Planeje seu artigo, dividindo o conteúdo em blocos e subdividindo pelo número de palavras.
  • Pensar na usabilidade, usando listas e bullet points.

4. Foco no SEO

Enquanto os anúncios ficam isolados e causam dependência no seu negócio (e um gasto enorme), o SEO envolve tudo e gera tráfego a longo prazo e com menor custo.

Tanto a criação de conteúdo como o site inteiro precisam ser rastreáveis pelo Google. Do contrário, serão apenas palavras ao vento, sem visitantes para ler.

Mas se o seu site já segue os padrões de sitemaps e estrutura de rastreamento do Google, é necessário focar em criação de conteúdo otimizado. As dicas são:

  • Palavra-chave: esses termos são necessários para que o usuário ache o seu conteúdo. Ele é um fator importante de ranqueamento do Google.
  • Subtítulos: use uma palavra-chave em pelo menos um intertítulo e se certifique de que o post tenha intertítulos, tornando o artigo mais escaneável.
  • Link Building: os links internos e externos ajudam a aumentar a autoridade de um conteúdo e da plataforma.

Leia também:
O que é um Publipost e para que serve?

5. Plataformas freelancer

A 5ª dica não é exatamente uma dica de como escrever bem, mas como conseguir que seus artigos ou seu blog alcance resultados que ainda não imaginou.

Você é um redator? Então, não basta aprender a fazer posts matadores, você precisa usá-los em algum lugar.

É um empreendedor digital? Além das dicas que ensinamos aqui, precisa ter redatores que cumpram esses quesitos e façam todas as etapas com qualidade.

Para isso, existe uma plataforma que une redatores e empreendedores, fazendo com que os objetivos sejam alinhados e os conteúdos tenham qualidade e conversão.

A plataforma Meu Redator foi feita para redatores e empreendedores digitais que querem ter resultados elevados na criação de conteúdo para a web.

A procura por clientes ou profissionais pode ser muito cansativa sem contar com algum facilitador: as plataformas freelancer e as agências de conteúdos.

Alguma dúvida? Deixe seu comentário.