Qual a importância dos equipamentos de proteção coletiva?

Qual a importância dos equipamentos de proteção coletiva

Qual a importância dos equipamentos de proteção coletiva

Os equipamentos de proteção coletiva são utilizados para garantir a saúde e segurança dos colaboradores de uma empresa.

É fato que os acidentes de trabalho, infelizmente, são recorrentes e os EPCs são essenciais para evitá-los, assim como melhorar a qualidade de vida durante sua jornada de trabalho.

Esse tipo de equipamento de segurança é um conjunto de dispositivos e sistemas que auxiliam na proteção dos trabalhadores de maneira geral. Ou seja, protegem todos os funcionários de uma vez.

Os EPIs, por outro lado, auxiliam na proteção individual. Se quiser entender melhor sobre esse sistema de segurança tão importante, continue lendo o post de hoje e aprenda de uma vez por todos seus benefícios.

O que são os Equipamentos de Proteção Coletiva?

Conhecidos também como EPCs, esses equipamentos de segurança devem ser fornecidos pela própria empresa, com o principal objetivo de proteger seus funcionários simultaneamente contra os riscos promovidos dentro do ambiente de trabalho.

Ou seja, eles garantem a segurança de mais de um funcionário ao mesmo tempo, enquanto estes executam suas tarefas diárias.

Os objetivos dos Equipamentos de Proteção Coletiva são:

  • Proteger trabalhadores e terceiros que estejam no local contra acidentes que possam ocorrer;
  • Minimizar perdas e aumentar a produtividade de seus funcionários ao promover um local mais seguro;
  • Reduzir, ou em alguns casos, até mesmo anular os riscos comuns a todos os colaboradores que o espaço fornece.

Os equipamentos de segurança podem ser fixos ou móveis, além de promoverem a segurança de mais de um trabalhador ao mesmo tempo. Mais a frente iremos explicar sobre cada um deles.

É importante deixar claro que, ainda que existam os EPCs, o uso dos EPIs não deve ser descartado.

Quais são os tipos de EPCs?

Cada ambiente de trabalho, com seus riscos e características, irá determinar a necessidade e quais os EPCs necessários para reduzir impactos nos trabalhadores.

Veja abaixo os tipos mais comuns utilizados em diferentes ambientes e indústrias.

  • Kit de primeiros socorros;
  • Kit de limpeza para casos de derramamento biológico, químico ou radiativo;
  • Chuveiros de emergência e lava-olhos;
  • Capela química (deve ser usada em ambientes em que são manuseados produtos químicos);
  • Exaustores, sistemas de ventilação e de controle de temperatura (em locais fechados em que o trabalhador é exposto a altas temperaturas);
  • Redes de proteção, guarda corpo e corrimão (utilizados geralmente em construções, para proteger contra queda);
  • Detectores de fumaça e Sprinkles;
  • Sinalização (cones, placas, avisos);
  • Isolamento acústico (em locais de exposição dos trabalhadores a ruídos constantes e prejudiciais).

Quais as vantagens dos Equipamentos de Proteção Coletiva?

Sabemos que os acidentes de trabalho podem causar prejuízos à saúde do trabalhador, tanto psicológica, quanto física, assim como influenciar no lucro da empresa.

Sendo assim, os EPCs são responsáveis por auxiliar na diminuição dos acidentes e melhorar as condições de trabalho. Tudo isso contribui para o aumento da qualidade de vida dos funcionários e consequentemente sua produtividade.

Afinal, colaboradores saudáveis, satisfeitos e principalmente seguros, acabam rendendo mais.

Além disso, os EPCs possuem menor custo, quando comparado aos EPIs, visto que protegem mais de um colaborador ao mesmo tempo e não precisam ser trocados com frequência.

Resultado disso é a maior durabilidade desses equipamentos de segurança.

Qual a importância da adoção dos EPCs?

O Brasil está entre os primeiros colocados quando o assunto é acidente de trabalho. Sendo assim, os EPCs foram essenciais para auxiliar no processo de diminuição.

Afinal, sua utilização diminui significativamente os acidentes de trabalho, visto que são responsáveis por orientar e proteger os funcionários durante toda sua jornada de trabalho.

Como falamos, eles também ajudam na motivação dos colaboradores, visto que estes se sentem mais seguros durante suas atividades, além de perceberem o cuidado e respeito que a empresa tem por eles.

É importante ressaltar que essa é uma obrigação legal dos proprietários, visto que caso ocorra algum acidente e seja diagnosticado que a empresa não fornecia as medidas de proteção coletiva adequadas, ela será responsabilizada pelo ocorrido.

Independente de qual seja o ambiente de trabalho, é essencial que os EPCs sejam regularmente verificados para manutenções, sua efetividade, capacidade, economia e quais são os impactos gerados na saúde e segurança dos trabalhadores.

Esse tipo de serviço deve ser realizado por profissionais aptos, competentes e especializados em Equipamentos de Proteção Coletiva.

Por fim, é essencial que além da instalação dos EPCs também sejam realizados treinamentos e palestras de conscientização. Isso porque, é comum que os próprios trabalhadores subestimem os Equipamentos de Proteção Coletiva ou até mesmo não saibam como utilizá-los.

Portanto, os treinamentos, que devem ser ministrados por profissionais especializados em segurança do trabalho e EPCs, auxiliam em todas as dúvidas que podem surgir, além de conscientizar sobre a importância de seu uso.

Ainda ressaltamos a importância de um profissional contratado para verificar a adesão do uso desses equipamentos de segurança e assim criar uma cultura sólida e voltada para a proteção de todos.