Marketing de cigarro eletrônico: Como realizar de forma eficaz?

O Marketing direcionado para cigarro eletrônico precisa fugir um pouco do que vemos de propaganda, pois existem dois pontos importantes, onde o primeiro é a abordagem e o segundo é a sutileza da informação. 

As estratégias não podem ser desenvolvidas de forma que incentive o uso sem responsabilidade, como acontecia no marketing dos cigarros tradicionais. É necessário que ele seja sutil na sua proposta. E além disso, é necessário utilizar outras formas de divulgação, saindo um pouco do foco digital. 

Estratégias de marketing para a indústria de cigarros eletrônicos

Primeiramente, as campanhas de marketing não podem incentivar o uso para jovens e adolescentes, então toda a campanha precisa ser criada de uma forma mais adulta, criando um conteúdo explicativo, e que não tenha envolvimento de jovens. 

Grandes nomes do mercado de cigarro eletrônico, como JUUL, está mudando um pouco sua estratégia de marketing para evitar que chegue até os jovens, até mesmo tirando do mercado sabores dos e-liquids que são considerados como um atrativo para os jovens, como os sabores de manga, kiwi e outros sugestivos. 

Na Califórnia, a JUUL, já alterou sua estratégia de marketing, evitando comerciais e propagandas com pessoas com menos de 28 anos, para que assim não tenha nenhum tipo de incentivo de uso por parte dos jovens. 

As redes sociais são aliadas potentes na divulgação dos produtos, porém precisa ser feita com cuidado, sem incentivos exagerados, e principalmente focando nos benefícios, principalmente para quem deseja parar de fumar. 

A principal intenção da campanha de marketing, é trazer o público que deseja abandonar o cigarro tradicional, mas ainda não sabe como fazer. E por isso, é importante que as estratégias sejam direcionadas para esse público. 

Com campanhas de incentivo a largar o cigarro tradicional, os benefícios trazidos pelo cigarro eletrônico, composição e a possibilidade de abandonar a nicotina, sem pressão, de uma forma mais natural e muito mais leve. 

Como fazer o marketing direcionado para cigarros eletrônicos?

As redes sociais são muito importantes nesse momento, elas devem ser utilizadas para veicular informações relevantes sobre o uso do cigarro eletrônico, sem um incentivo direto. Lembrando que as propagandas não devem utilizar pessoas que sejam menores de 28 anos, como falamos anteriormente. 

A veiculação de estudos que comprovam a eficácia do cigarro eletrônico no combate ao cigarro convencional também pode ser utilizada para destacar os benefícios. As propagandas de vendas, precisam ser leves e direcionadas para um público mais maduro. 

O público-alvo precisa estar bem definido, para chegar até quem está destinado, de fato. Essas estratégias precisam ser bem desenhadas, para evitar que chegue até os jovens. Associando as marcas ao uso indevido dos jovens, nenhuma marca está em busca dessa associação. 

Outro ponto que precisa ser destacado, é que a divulgação deve ser diferente do que acontecia com as marcas de cigarros tradicionais, lembra das propagandas da década de 90? Que visavam a ostentação e remetia a posse. A proposta não deve ser a mesma, justamente para não cair no mesmo erro.

Ficou com alguma dúvida sobre este artigo? Descreva-a nos comentários abaixo.