Imobiliárias paulistas se reformulam para atrair a atenção do consumidor digital

É preciso estar na internet para chamar a atenção dos clientes.

A forma como o consumidor busca por um imóvel mudou. Antes era comum ir atrás de uma imobiliária ou de um corretor e todo o processo acontecia presencialmente. Agora isso mudou e as imobiliárias em SP precisaram se adaptar para não perder os clientes.

A internet se tornou a grande aliada de quem está interessado em comprar, vender ou alugar. Tudo funciona de forma rápida e prática, com apenas alguns cliques. Isso sem contar a geração que vivenciou a tecnologia e não gosta de resolver nada pessoalmente.

Para eles – e suas rotinas corridas – tudo precisa ser resolvido rapidamente, preferencialmente online, através de seus smartphones. Assim, ficou claro que ou as imobiliárias mudavam ou perderiam seus consumidores. Mas será que você sabe o que elas têm feito para chamar a atenção e sair na frente?

Site otimizado

Ter um site é essencial para uma imobiliária, mas, agora, o foco não está apenas na versão desktop. O site precisa ser otimizado para levar as pessoas até ali, através do SEO, por exemplo, mas também precisa funcionar bem em qualquer dispositivo.

O consumidor digital raramente liga o computador – provavelmente faz isso apenas enquanto está trabalhando. Então, na hora de pesquisar casas e apartamentos busca por um espaço que abra e traga todas as informações em seu celular.

Experiência 360

Os vídeos e fotos 360 proporcionaram uma experiência diferenciada para as pessoas nas mais diversas situações. Imobiliárias que perceberam essa tendência – e investiram nela – acabaram por sair na frente.

Além de trazer mais comodidade para as pessoas que estão vendendo ou alugando apartamentos em São Paulo – pois só irão receber quem estiver realmente interessado em fechar negócio, também poupa tempo do consumidor digital.

Quem ainda está na etapa da pesquisa e não decidiu qual casa ou apartamento comprar pode aproveitar a experiência 360 para conhecer o imóvel por dentro. No entanto, ele não precisa sair de casa e muitas vezes desfruta disso direto de seu smartphone.

Conteúdo diferenciado

Falar sobre os imóveis à venda (ou para alugar) é importante, mas seu site precisa oferecer mais do que isso. Uma técnica que muitas imobiliárias paulistas têm investido é na produção de conteúdo.

Você pode ter um blog, aliado a página da imobiliária, que irá falar sobre temas relevantes, que podem trazer o consumidor digital até o seu site. Dicas de decoração, curiosidades sobre os bairros de São Paulo, como escolher um apartamento ou casa. Esses são apenas alguns dos conteúdos que podem ser falados.

Muitas pessoas chegam até o blog através desses textos, naquele momento ainda não estão à procura de um lugar para morar, mas se a experiência for positiva, podem lembrar da imobiliária e até recomendá-la para conhecidos e amigos.

Link Building

Relacionado a estratégia da produção de conteúdo, que foi citada no tópico anterior, o link building também tem conquistado seu espaço e sido muito útil para as imobiliárias de São Paulo.

Nada mais é do que uma troca, que permite fazer a divulgação de um link, de forma discreta e que pode sim ajudar a tornar a empresa mais conhecida e até aumentar as vendas.

Geralmente são textos escritos para parceiros, na mesma linha do conteúdo do blog da imobiliária. A diferença é que os links, contidos em palavras específicas, direcionam para o aluguel de apartamento em São Paulo ou casas à venda em uma região citada no conteúdo.

O clique acontece quase sem perceber e o cliente digital fica até surpreso por um texto saber direcioná-lo a algo que estava buscando. É uma divulgação discreta, mas que funciona e não perturba as pessoas.

Qualidade nas fotos

A forma mais prática de conquistar o consumidor digital é através das fotos. Antes mesmo de começar a ler os detalhes sobre o imóvel divulgado, ele irá visualizar a galeria e observar se aquela casa ou apartamento tem o perfil que deseja.

Imobiliárias de São Paulo que querem se destacar sabem que precisam apresentar fotos com boa qualidade. Seguir a tendência 360 é interessante, mas, ainda assim, as imagens tradicionais precisam convencer as pessoas.

Cuidados com a luz e ângulo já fazem uma grande diferença nas fotos e o ideal é levar essa dica para a pessoa que está vendendo ou alugando.

No caso da imobiliária, é preciso lembrar também que, por mais que as fotos precisem ter qualidade, não devem ser muito pesadas e devem carregar rapidamente. Afinal, o consumidor digital tem pressa e nem sempre estará conectado ao Wi-Fi enquanto visualiza o álbum de fotos de casas ou apartamentos disponíveis no catálogo.

Facilidade de ser contatado

Se há algum tempo as pessoas precisavam ligar para um telefone fixo ou ir até a imobiliária para conseguir mais informações, isso não acontece atualmente. Ao menos não deveria. Apesar de muitas imobiliárias em São Paulo ainda contarem com o telefone fixo, para facilitar o contato, elas sabem que o cliente digital vai procurá-las de outra forma.

Assim, é preciso ser facilmente encontrado. WhatsApp de negócios, redes sociais e até o e-mail facilitam esse contato e devem estar divulgados claramente no site da empresa. Além disso, algumas imobiliárias têm trazido também a ideia do chatbot, que, enquanto a pessoa navega, já interage e incentiva uma conversa.

Se o consumidor digital precisa tirar uma dúvida ou saber mais sobre uma casa ou apartamento divulgado, basta responder a mensagem de boas-vindas do chatbot. Muitas são direcionadas ao WhatsApp ou Messenger da empresa, sendo, em seguida, respondidas por um consultor ou qualquer outra pessoa que trabalha na imobiliária.

Uma das empresas que fornecem essa opção de chatbot no mercado é a SendPulse. Com ela, a imobiliária pode se comunicar automaticamente pelo Messeger do Facebook.

Essa facilidade de contato somada com a ideia de resposta rápida garante a conquista do cliente. Afinal, vale lembrar que o consumidor digital é alguém que está sempre com pressa e quer tudo para ontem.

Presença nas redes sociais

Nem todos os clientes chegam até uma imobiliária paulista através do site da empresa. No entanto, a geração digital vive conectada nas redes sociais e pode acabar descobrindo algo que lhe interessa através das postagens de Instagram ou Facebook.

Sendo assim, ter presença nas redes sociais se tornou indispensável e até facilitar na hora de patrocinar postagens, já que as imobiliárias de São Paulo sabem que seus clientes estão por ali.