Dicas de livros de desenvolvimento pessoal para turbinar seus projetos de vida

Leituras interessantes para ter na mesa de cabeceira.

Os livros podem ser lidos com vários objetivos, há quem os procure para relaxar e se distrair, enquanto outros buscam incentivo para mudar. Se este é o seu caso, o ideal é apostar nos títulos de desenvolvimento pessoal.

A ideia é acompanhar várias histórias para levar para vida, em sua maioria baseadas em fatos. Afinal, os livros de não ficção e autoajuda são os principais responsáveis por contribuir com o crescimento pessoal ou profissional.

Caso você esteja em busca de histórias assim, confira a lista que selecionamos e veja quais títulos levar para a mesa de cabeceira.

Rápido e Devagar: Duas Formas de Pensar – Daniel Kahneman

O livro faz uma análise da forma de pensamento dos seres humanos. Algumas perguntas conseguimos responder rapidamente, sem a necessidade de analisar, enquanto outras levam mais tempo.

Ele explica que os pensamentos rápidos são intuitivos e ligados ao lado emocional, por outro lado, os pensamentos mais lentos envolvem a lógica. O objetivo do livro é mostrar que muitas pessoas acabam tomando decisões intuitivas, de forma rápida, sem processar o assunto, e acabam não aprendendo a usar o pensamento lógico de maneira satisfatória.

O poder do hábito – Charles Duhigg

Neste livro, você entenderá melhor seus hábitos, o motivo que o leva a adotar uma rotina e cumprir determinadas tarefas. Além de mostrar o que é bom e pode continuar a ser feito, também traz um alerta para os hábitos negativos, feitos sem perceber.

Assim, é possível ter mais controle sobre sua vida, a ponto de deixar de lado coisas negativas e incluir no dia a dia mais situações positivas e saudáveis.

Os sete hábitos das pessoas altamente eficazes – Stephen Covey

Este não é um título recente, foi lançado no ano de 1989 e, na época, era voltado aos profissionais da área de administração. Com o tempo, foi possível perceber que as lições ali contidas podem ser usadas até mesmo na vida pessoal.

Os hábitos listados e analisados por Stephen Covey incluem ser proativo, ter objetivos, focar no importante, compreender antes de ser compreendido, criar sinergia, entre outros. A ideia é trabalhar com o reforço positivo de determinados comportamentos.

Pai Rico, Pai Pobre – Robert Kiyosaki

Quem deseja aprender a lidar melhor com as finanças, precisa dedicar um tempo para a leitura de Pai Rico, Pai Pobre. Fala da relação com o dinheiro e de comportamentos que precisam ser mudados e mostra que ter estabilidade financeira é uma escolha, ou, melhor dizendo, uma consequência de escolhas feitas durante a vida.

Também trata de crenças e hábitos que influenciam negativamente a forma como lidamos com os recursos financeiros.

As Armas da Persuasão – Robert Cialdini

Apesar de ser bastante procurado por pessoas que trabalham com marketing e vendas, As Armas da Persuasão também deve ser lido por quem deseja melhorar a vida pessoal.

Neste livro, você aprenderá alguns gatilhos mentais que ajudam a convencer as pessoas a estarem perto de você — ou a comprar um produto/serviço que vende. As tais armas para persuadir envolvem: compromisso, afeição, autoridade, reciprocidade, escassez e aprovação social.

Como Fazer Amigos e Influenciar Pessoas – Dale Carnegie

Apesar de ter sido publicado em 1936, o título ainda é de grande ajuda para quem deseja melhorar suas habilidades sociais. São ensinadas técnicas para se aproximar e conquistar pessoas, além de atrair vínculos fortes e resistentes.

Fala também sobre ser você mesmo, demonstrar sua opinião e conquistar seu espaço de forma a inspirar quem está a sua volta.

Inteligência Emocional – Daniel Goleman

Para alguns cursos superiores, como o de Administração de Empresas, a leitura do livro de Daniel Goleman é obrigatória. No entanto, você também pode ler em casa, sem a influência da graduação.

Fala sobre termos o lado emocional e racional sob controle e como educar as emoções, para que elas trabalhem ao seu favor e não te prejudiquem.