Como programar a viagem dos sonhos para qualquer criança?

Você anseia por férias com seus filhos, mas simplesmente não tem tempo para planejá-las? 

Ou adia a viagem por causa de obrigações de trabalho, responsabilidades financeiras ou porque você acha que seus filhos são pequenos demais para viajar?

Viajar juntos é um dos melhores presentes que você pode dar aos seus filhos, pois cria inúmeras oportunidades de aprendizado e memórias para a vida toda, o que cria um vínculo mais forte. 

Portanto, não espere até que seja tarde demais. É hora de levar isso a sério e começar a planejar. 

A seguir, compartilharemos algumas dicas de como planejar uma viagem com seus filhos para que seja o mais agradável e gratificante possível.

Desde já, separe uma lista com brinquedos para os seus filhos, incluindo playmobil e brinquedos educativos, por exemplo, e prepare-se para planejar uma viagem inesquecível. 

Continue a leitura e confira as nossas dicas! 

Dicas importantes para planejar viagem com crianças

Planejar uma viagem sem crianças já é algo que exige um bom planejamento. Porém, quando se trata de viajar com os pequenos, é importante ter atenção em dobro. 

Confira a seguir algumas dicas que separamos e saiba como planejar uma viagem com seus filhos. 

1. Escolhendo seu destino

Umas férias relaxantes na praia, comendo pizza em Roma, fazendo compras em Paris, há tantas opções para escolher. 

E embora a maioria dos lugares também aceite o seu filho, você deve fazer uma pequena pesquisa antes de reservar a sua viagem. 

Transporte e assistência médica, por exemplo, são coisas que você deve verificar. Afinal, você não gostaria de estar em uma ilha remota em algum lugar onde o hospital mais próximo fica a uma hora de viagem de barco, caso a criança precise de um médico.

2. O voo

Esta é a parte mais assustadora da partida para a maioria dos pais. Pensar em todas as pessoas olhando para você enquanto seu bebê chora durante todo o voo fará com que qualquer pessoa tenha dúvidas sobre ir a algum lugar. 

Mas acredite em mim, seu bebê provavelmente não chorará durante todo o voo, e um pouco de choro às vezes é normal (ignore todos e faça o possível para tentar acalmá-lo).

Ao fazer o check-in, peça um berço. Dá-lhe um lugar para o seu bebé dormir, bem como espaço extra para as pernas, o que significa espaço extra para poder se mover com o seu filho.

Não seja o primeiro passageiro a embarcar. Esperar em seu assento com um bebê inquieto até que todos os outros encontrem seus assentos só tornará as coisas mais difíceis, e você provavelmente terá que ir ao banheiro antes que todos estejam prontos.

Prepare uma “sacola surpresa” com atividades simples, como brinquedos, livros, giz de cera e lanches saudáveis ​​para surpreendê-los quando começarem a ficar inquietos. 

Sempre leve lanches, leite em pó, fraldas, assaduras, lenços umedecidos, trocador e copinho para água. 

Dependendo da duração do seu voo, pode ser uma boa ideia trazer um redutor de febre/analgésico como o ibuprofeno e um termômetro em sua bolsa, apenas para garantir. 

Não agasalhe a criança, principalmente se for beber! Os aviões tendem a ser abafados e quentes, e um bebê quente e desconfortável leva a um bebê agitado. 

Vista a criança com roupas folgadas, leves e confortáveis ​​e não se esqueça de levar no mínimo duas mudas de roupa na sacola de fraldas para o bebê e uma para a mamãe em caso de algum acidente, além de uma sacola de plástico com zíper para sujar ou roupas molhadas. 

3. Hospedagem

Alguns hotéis oferecem berços ou cercadinhos para dormir e é uma boa ideia ligar com antecedência e reservar, pois a maioria já os terá instalado e aguardando no seu quarto quando você chegar. 

Pesquise o quarto antes de escolhê-lo. É um pouco amigável para crianças? A varanda é segura? Existe um frigobar para armazenar leite e uma chaleira para aquecer água?

 O hotel pode fornecer qualquer informação adicional se as comodidades que você procura não estiverem claramente listadas.

4. Malas

Eu sei o que você está pensando: um bebê/criança dá muito trabalho em casa e precisa de tantas “coisas”, então como você pode ir de férias para algum lugar longe?

 Você ficará tentado a embalar tudo … mas não faça isso. Leve duas roupas para cada dia de sua ausência, além de pijamas. 

Um moletom, uma jaqueta e um par de sapatos confortáveis; os sapatos devem ajudá-lo na viagem. Afinal, você sempre pode lavar um item à mão, se realmente precisar.

Embalar um suprimento de remédio básico é sempre uma boa ideia, especialmente ao visitar um país estrangeiro. 

Embale apenas aqueles que seu bebê usa com frequência, como redutores de febre, remédios para resfriado e dor etc. Um termômetro também pode ser útil.

5. Locomoção

Um carrinho pequeno, ideal para viagens, é obrigatório onde quer que você vá, caso tenha um bebe. Ele permite que você mantenha o bebê confortável enquanto você faz turismo e tire cochilos quando chegar a hora. 

Mas faça uma pequena pesquisa sobre onde você estará de férias. As ruas são amigáveis para andar com um carrinho de bebê? O seu hotel está localizado em uma colina? Caso seja possível utilizar um carrinho, opte por essa opção. 

Isso permitirá que você tenha as mãos livres, mantendo o bebê por perto, enquanto ainda pode tirar todas as suas fotos.

Conclusão

Metade do estresse ao viajar com uma criança é chegar ao seu destino. Assim que você chega, as coisas sempre se encaixam quando você se acomoda. 

Por mais imprevisível que as crianças possam ser, ninguém conhece seu filho melhor do que você. Então relaxe, tire muitas fotos e aproveite o tempo juntos.

As coisas podem não correr conforme o planejado, mas no final, você criará memórias duradouras e muitas histórias engraçadas para contar ao seu filho mais tarde na vida sobre todas as suas grandes aventuras juntos.