Como é a carreira tributária e aduaneira na Receita Federal?

Criada em 20 de novembro de 1968, a Secretaria Especial da Receita Federal do Brasil, mais conhecida como Receita Federal, é um órgão vinculado ao Ministério da Economia que desempenha funções importantes na gestão tributária do país. Sediada em Brasília, a RFB possui postos de atendimento espalhados por todo o Brasil.

Todas as pessoas que atendem aos pré-requisitos exigidos para ocupar as vagas e querem entrar para a Receita Federal, trabalhando junto ao órgão, devem participar de processo seletivo por meio de concurso público.

Quais são as vagas na Receita Federal?

Os editais de concurso para ingresso na Receita Federal oferecem diferentes tipos de vagas, de nível médio a superior. Enquanto alguns postos de trabalho exigem formação em nível superior em qualquer curso, outros contratam profissionais com formação técnica específica, como contabilidade, arquitetura e engenharia.

Geralmente, as vagas oferecidas são para profissionais com formação em nível superior, especialmente aqueles que pretendem seguir carreira tributária e aduaneira na Receita Federal.

Como é a carreira tributária e aduaneira na Receita Federal?

A carreira tributária e aduaneira na Receita Federal inclui a realização de uma série de atividades que vão desde a administração e controle do recolhimento de tributos federais por parte dos contribuintes, até o controle aduaneiro, realizado em portos, aeroportos e fronteiras terrestres com outros países.

A área de comércio exterior possui uma relação direta com a atuação da Receita Federal. A economia brasileira tem um vínculo forte com parceiros internacionais, o que torna imprescindível a atuação da Receita Federal, que promove ações e medidas de segurança para o recolhimento adequado de tributos, combate ao tráfico e gestão de fluxos de mercadorias que entram e saem do país.

Em linhas gerais, podemos dizer que a Receita Federal, por meio de seus agentes — pessoas concursadas  que trabalham no órgão — regula a entrada e saída de bens do exterior (importação e exportação). Segundo dados do FaxComex, somente em 2019 o órgão processou mais de quatro milhões de declarações aduaneiras, ou seja, pedidos de importação e exportação de mercadorias.

O trabalho na Receita Federal não se limita ao controle dos produtos e mercadorias enviadas de empresas para clientes fora do país ou o inverso. Nos últimos anos, cresceram as movimentações de pessoas físicas que fazem compras de produtos importados pela internet.

Com isso, o trabalho dos agentes da Receita Federal também aumentou, já que todas as compras de produtos vindos do exterior, mesmo por pessoas físicas que compram em sites internacionais, é controlada pelo órgão.

Quem pode seguir carreira tributária e aduaneira na RFB?

Para quem deseja seguir carreira tributária e aduaneira na Receita Federal, é essencial verificar as regras de ingresso presentes no edital do concurso público. A princípio, todo brasileiro com mais de 18 anos e no pleno exercício de suas capacidades pode fazer concursos públicos. Geralmente, nos concursos da Receita Federal, especialmente para carreira tributária e aduaneira, costuma ser exigida formação de nível superior.

Como é o concurso para a Receita Federal?

O concurso costuma contar com a realização de provas com questões de múltipla escolha, que testam conhecimentos gerais e específicos. Na prova de conhecimentos básicos o candidato é testado em áreas como: raciocínio lógico, língua portuguesa, língua estrangeira — inglês ou espanhol —, administração, administração pública, direito constitucional e administrativo.

Na prova de conhecimentos específicos, o candidato deverá demonstrar conhecimento na área técnica de formação, que leva em consideração a vaga que ele pretende ocupar. Entre os conteúdos abordados em provas já realizadas, destacam-se: legislação aduaneira, legislação tributária, regras de comércio internacional, auditoria, contabilidade geral e contabilidade avançada.

É importante ter em mente que as provas e conteúdos cobrados na prova do concurso estão descritos no edital e podem sofrer variações. Por isso, quem deseja participar de um concurso, seja da Receita Federal ou de outro órgão, deve ler o edital e planejar seus estudos com base nas orientações do documento.