Confira agora o SALDO do ABONO SALARIAL

Goodin oferece o seguinte conselho. Se você perceber que tem uma falta de sono e que tem dificuldade em se concentrar, que seu humor diminui sempre que você usa as redes sociais, uma desintoxicação digital será, sem dúvida, uma grande ajuda.

É difícil encontrá-los, muito difícil. Têm WhatsApp, não use Telegram, odeio Facebook, não sinto o menor vestígio de amor por Instagram, não querem ouvir falar de Twitter, não há qualquer vestígio deles on-line, alguns não têm sequer um e-mail da conta e , aqueles que têm, só abrem de tempos em tempos.

Eles são os ‘desconectados’, uma nova tribo urbana composta de pessoas que decidiram virar as costas na internet e viver off-line. Um pequeno exército nada ruidoso que quase sempre passa despercebido mas não para de crescer.

Confira agora o SALDO do ABONO SALARIAL

Você pode reconhecê-los porque nos bares, nos restaurantes, no ônibus, no trem, no trabalho e onde quer que eles vão, eles geralmente são os únicos que não estão prestando atenção ao telefone celular. Na verdade, muitos deles não têm e, aqueles que o fazem, carregam celulares antigos daqueles sem uma conexão à Internet que servem apenas para fazer ou receber chamadas.

Há aqueles que se despediram da web porque perceberam que estavam se tornando viciados. Outros fogem porque estão fartos da vida virtual e desejam recuperar a vida real. E aqueles que se desconectam por razões ideológicas, porque não gostam da filosofia que transpira a internet.

Enric Puig Punyet é um deles. Este espanhol de 36 anos, doutor em Filosofia, professor, escritor, artista e líder da banda de música indie Plexyglas, está desconectado. Não há escassez daqueles que o evitam em nome da privacidade, porque não querem que seus dados circulem por lá … Existe tudo saldo do PIS.

Não só isso: o assunto lhe interessa tanto que ele escreveu um livro – “La gran adicción”, publicado na Espanha pela editora Arpa – no qual ele recolhe casos reais de pessoas que, desejando recuperar contato direto com os outros e obter Eles decidiram se desconectar. Nós conversamos com ele.

Pagamento do PIS

Para escrever meu livro ‘O grande vício’, tive que entrar em contato com pessoas que, por diferentes razões, decidiram se desconectar completamente da internet. Através deles, percebi como a hiperconexão com a rede pode ser prejudicial para nós, e decidi abraçar sua filosofia tanto quanto possível.

Para a maioria de nós, a desconexão deveria ser um ideal irrealizável que nos ajudaria a estar alertas, a nos perguntar constantemente sobre como nos conectamos, quando e por quê. Temos capacidade de atenção, processo em profundidade e até socialização.


Essa dinâmica é facilitada por telefones “inteligentes”, que nos deixaram constantemente disponíveis e alimentando a rede. Esse estado de hiperconexão traz seus problemas, que estamos começando a ver.

[su_list icon=”icon: share” icon_color=”#1ab6e8″]

[/su_list]

A internet participativa, que é principalmente a modalidade em que vivemos, busca nossa dependência. Sendo quase inteiramente plataformas vazias que são nutridas pelo nosso conteúdo, estamos interessados ​​em estar conectados em todos os momentos.